25 de nov de 2010

ATITUDE!


Assistindo hoje as cenas de uma verdadeira guerra na cidade do Rio de Janeiro fiquei primeiro assustada, como, acredito, quase todo mundo, mas ao mesmo tempo, ciente, de que essa" bomba" estava para explodir a qualquer momento. E não só no Rio, aqui na Bahia as drogas também vem se apoderando e provocando mortes e tragédias... Muito triste ver aqueles milhares de homens, jovens, adolescentes, com super armas em punho, sob o domínio das drogas, da bandidagem... e nesses momentos sempre surgem os especialistas tentando explicar aonde foi que o Estado errou, aonde foi que todos nós erramos ao permitir que essas pessoas seguissem o caminho da sua própria destruição e da comunidade que os rodeiam.

Não sou a favor da violência, mas a ação imediata do Estado do Rio demonstra a abertura de um caminho para podermos repensar a política pública do país, as leis penais que vigoram desde 1940!!!

Ou iniciamos agora uma luta certeira contra a corrupção, a impunidade, o consumo e venda de drogas ou cenas como as de hoje serão muito mais habituais. 

"Foram confrontar que Confúcio* não rezava muito, e ele disse:
- Há muito tempo que deixei de rezar por meio das minhas palavras para rezar com minhas atitudes"
---
* Conhece-se muito pouco da sua vida. Parece que os seus antepassados foram de linhagem nobre, mas o filósofo e moralista viveu pobre, e desde a infância teve de ser mestre de si mesmo. Na sua época, a China estava praticamente dividida em reinos feudais cujos senhores dependiam muito pouco do rei. Sua filosofia enfatizava a moralidade pessoal e governamental, a exatidão nas relações sociais, a justiça e a sinceridade. O confucionismo foi introduzido na Europa pelo jesuíta italiano Matteo Ricci, que foi o primeiro a latinizar o nome como "Confúcio".
---
post.body

Nenhum comentário:

Postar um comentário