9 de abr de 2010

Chuva, chuva e mais chuva...

Desde o início do ano o que a gente mais ouve e vê são as notícias sobre as tragédias causadas pelas chuvas. Comoção nacional, mas COM TODA MINHA SOLIDARIEDADE ÀS FAMÍLIAS QUE NESSE MOMENTO PASSAM POR UMA TERRÍVEL CATÁSTOFRE NO RIO DE JANEIRO, todas essas notícias são mais do que esperadas depois do verão, e sempre nos mesmos locais, porque reparem que tem sempre um histórico sobre mortes, ausência do poder público, etc e tal e, NADA, absolutamente nada é feito de um ano para o outro, ou de uma estação do ano para outra.

O caos ocorrido em Niterói, como mostrado por todos os meios de comunicação, não era para causar surpresa diante de uma localidade totalmente mal estrutura e que há anos sofre não só com a chuva mas com a total falta de saneamento básico. Foi preciso a desgraça completa de inúmeros, pois não se tem exatidão da quantidade de pessoas que ali habitavam.

Mas as vezes me parece que as tragédias ficam televisivas em maior grau quando ocorrem nas grandes capitais do país como Rio e São Paulo, digo isso sem bairrismo, porque todos somos brasileiros, mas quando ocorre inundações, mortes etc em outras regiões, no máximo comentários sobre a notícia, mas quando atinge essas regiões TODO o país deve colaborar (e não estou aqui dizendo que não devemos fazer isso, não mesmo), mas as mortes ocorridas esa semana em Salvador, seus desabrigados, enfim, fica restrita as providências do próprio povo baiano e seu governo.

So... todas essas tragédias anunciadas são consequências da ausência de políticas públicas sérias, que não se atentam para a recuperação da infra-estrutura das cidades, para o crescimetno desordenado das mesmas, da má-educação da população, que contribui, e muito, para os lixos nas ruas que entopem valas, esgotos e, já sabemos muito bem o que ocorre quando tudo isso se junta... 
TRAGÉDIAS E MAIS TRAGÉDIAS
Mas, tudo estará em ordem para as Olimpídas, Copa e sei mas lá o quê...
post.body

Nenhum comentário:

Postar um comentário